terça-feira, 20 de julho de 2010

Declaração Universal de Direitos do Recém-nascido Prematuro

Olá,

Hoje recebi um e-mail da lista de amamentação da qual faço parte, era sobre os direitos dos prematuros. O médico André Bressan de Santos -SP, criou um blog para divulgar esses direitos e encontrar mais profissionais e familiares que conhecem e se envolvam com a causa.

Abaixo vocês poderão encontrar a introdução, retirada do referido blog e para conhecer a declaração na íntegra, é só acessar: http://novosdireitosdoprematuro.blogspot.com

Lá vocês poderão assinar a campanha pelos direitos do prematuro e também copiar este material para divulgação em outros sites.

Grande abraço!


A Declaração
UMA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DE DIREITOS DO
RECÉM-NASCIDO PREMATURO
Dr. Luiz Alberto Tavares Mussa

Apresentação
"E então minha criança linda, quero te dar o que trago na minha alma... Acolhe em ti, agora, com muita força e calor, aquilo em que me transformo para ti...: num arco-íris de amor." - Roberto Shinyashiki.

Um amor sem limites e uma entrega total dia e noite, com o corpo e a alma. Será o compromisso que deslumbrará o mundo. Mãe e filho estarão cobertos por um firmamento resplandeccente de suas luzes. Serão, talvez, imunes à chuva; poderão afundar numa nascente cristalina e perceber não mais que a vibração sonora de suas águas.

O fogo não os queimará, mas consiguirá transferir o calor de que o bebê necessita para que sua vda se encha cada vez mais de ansias de viver.

As harmonias serão todas doces que não deixarão de se olhar nem de se admirar. O amor desse ventre continuará acolhendo-o, porque a espera não foi em vão. A canção de ninar será como nos meses de espera, e, assim, as pulsações serguirão sincornizando-se para que esse formoso fruto venha a encontrar a mesma calma com que tranquilamente descansava enquanto crescia.

Acaso poderemos imaginar o mundo de magias e encantamento que se estabelece quando a mãe consegue, pela primeira vez, acariciar seu filho com suas mãos, quando o ergue e o aperta cotra seu peito e o coloca entre seus seios? Esses seios que o alimentarão com o leite da bondade humana na relação mais sincera, no maior ato de amor quando não existirá compromisso para lhe dar o alimento que fará eco e todo o seu ser, e, em troca, ele a olhará com o terno e sublime carinho. O pagamento será a beleza de sua presença e, assim, fazê-la feliz para o resto da sua existência.

Além disso, o peso não importará, somente a condição clínica dará a medida da felicidade que uma mãe sentirá quando consiga ter o filho em seus braços.

Abençoaremos o Dr. Luis Mussa Tavares por ter escrito Os Direitos Universais do Prematuro. Tal como aqui, nascem os iniludíveis deveres para que não se separem mãe e filho sob nenhuma justificativa.

Cabe à mãe mostrar o mundo a seu filho, e a idéia de família será sinalizada para ele, que a entenderá como algo que se constitui de laços sagrados.

Para o bebê prematuro, a Metodologia Mãe-Canguru necessita tão-somente do ser mais importante para ele: sua própria mãe.

Os direitos dos bebês prematuros são nossos próprios deveres. Inclinemo-nos diante da majestade desse ser pequenino e vamos protegê-lo, pois a beleza de seu futuro é nosso compromisso.

Héctor Martinez, neonatologista colombiano e "pai" do Método Máe-Canguru.

2 comentários:

Dr. Andre disse...

Olá, obrigado por espalhar.

Fico feliz porque seu blog é fantástico e riquíssimo.

Precisamos de parceiros assim: de grande valor.

Um abraço.

Juliana Sell disse...

Seja bem-vindo e conte com o blog para divulgar sua campanha. Sua iniciativa é muito importante para todos os prematuros e familiares.

Abraços,